Buscar
  • @geografia_da_paraiba

Professor paraibano vai a Quito, no Equador, e apresenta trabalho sobre Geografia e ensino integral



Romário Farias, professor da rede estadual de educação. Foto: Reprodução Facebook.


O XVII Encuentro de Geógrafos de América Latina ocorreu entre os dias 9 e 12 de abril deste ano na cidade de Quito, capital do Equador. É um dos maiores eventos da área em todo o mundo, reunindo pesquisadores de todas as áreas da Geografia na América Latina. Para a edição de 2019 do evento, um dos pesquisadores presentes foi o professor Romário Farias, que trabalha na rede estadual de educação, mais especificamente na modalidade integral.


Romário, de acordo com o seu depoimento nas redes sociais, defendeu as seguintes questões:

1 - O modelo na Paraíba atua em consonância com o ideal de formação do ser em sua integralidade, ou seja, o tempo de permanência na escola não é o ponto central, como em outros modelos que visam somente a expansão da jornada escolar diária do estudante.

2 - A proposta do modelo da escola integral, possibilita, além das aulas do componente curricular, espaços de construção e reconstrução de saberes. Estes espaços são de extrema importância para reafirmar a autonomia do professor no traçado de estratégias para a construção de seres críticos em tempos, no Brasil, de “Escola sem partido” e de ataques a livre cátedra do professor por parte de movimentos neofacistas e de pseudos governantes que atuam em interesse próprio.

3 - O ensino de Geografia, diante desse modelo Educacional, teria mais “espaços de aparição” ou seja, da maneira como se organiza o currículo, o professor poderá traçar estratégias, pensar em projetos e em disciplinas eletivas que possam potencializar a construção dos conhecimentos geográficos, bem como do senso crítico do estudante, reforçando temas e construindo conceitos geográficos tratados por vezes, com rapidez no cotidiano escolar.


O próximo Encontro de Geógrafos da América Latina ocorrerá na cidade de Córdoba, na Argentina, em 2021.

301 visualizações0 comentário