top of page
Buscar
  • Foto do escritor@geografia_da_paraiba

Pesquisa reconhece a Pedra da Boca como patrimônio geológico mundial

Monumento geológico mais belo da Paraíba foi, mais uma vez, destaque internacional. A Pedra da Boca faz parte do Parque Estadual da Pedra da Boca, localizado no município de Araruna.

Vista frontal da Pedra da Boca, principal afloramento rochoso do parque. Foto: George Gorgônio.


Uma pesquisa publicada em julho de 2023 na Revista Internacional de Geopatrimônio e Parques aponta que a área do Parque Estadual da Pedra da Boca possui potencial para se tornar um geoparque da Unesco. A pesquisa durou aproximadamente de dois anos e mostra que as características da Pedra da Boca fazem dela um local de interesse mundial. O estudo é resultado da dissertação de mestrado de Hígor Lins, que contou com a participação dos pesquisadores Marco Túlio Mendonça, Rafael Albuquerque Xavier, Larissa Silva e Rubson Pinheiro, um estudo que envolveu instituições da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do Ceará.


A área do Parque Estadual Pedra da Boca possui formações rochosas de granito, rocha muito resistente, e que são únicas no contexto do semiárido brasileiro. Foto: Gabriel de Paiva Cavalcante.


De acordo com o pesquisador Marco Túlio, orientador da pesquisa, o que mais chama atenção em Araruna são as formas das rochas, ou seja, as chamadas geoformas. Elas foram moldadas por processos químicos oriundos da ação da água, fato incomum na região semiárida do Brasil devido aos reduzidos totais pluviométricos anuais.


A boca da Pedra da Boca com várias pessoas contemplando a paisagem e praticando esportes de aventura, como o pêndulo. Foto: Gabriel de Paiva Cavalcante.


Na pesquisa, Parque Estadual da Pedra da Boca foi avaliado por quatro valores: científico, estético, turístico e de uso e gestão. Segundo Hígor Lins, autor da pesquisa, foram considerados fatores como o potencial turístico, com análises da acessibilidade, estrutura empresarial como hoteis e restaurantes, além da questão científica, já que a região possui uma relevante quantidade de trabalhos publicados.


Além da Pedra da Boca, o parque possui várias outras feições rochosas. Uma delas é bastante emblemática e desperta a curiosidade dos visitantes: a Pedra da Caveira. Seu formato peculiar desperta a imaginação e proporciona a captura de vários registros. No parque, a prática de visitação, turismo, contemplação e esportes ocorre para todos os públicos. São dezenas de vias de escalada, além de pontos de rapel, que vão desde os mais simples, para iniciantes, até as vias mais avançadas. E tudo se coroa com o ponto máximo: o incível "balanço da boca" ou pêndulo.


Pedra da Caveira, componente do parque.

Foto: Gabriel de Paiva Cavalcante.


Na atualidade, o Brasil apresenta cinco geoparques. Na Paraíba, ainda não temos esse tipo de classificação. A partir do reconhecimento da Unesco por meio do selo de geoparque, o Parque Estadual da Pedra da Boca elevaria o patamar científico e turístico não apenas da área, mas também da região do seu entorno.

316 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page