Buscar
  • @geografia_da_paraiba

Pedra do Ingá recebe a sua primeira expedição cultural em evento noturno

Evento reuniu cerca de 100 pessoas no Sítio Arqueológico Pedra do Ingá, em local aberto, com a presença de estudantes da rede pública, profissionais da educação e do turismo, e agentes culturais.


Registros noturnos viralizaram nas redes sociais na noite de ontem.

Fotos: Gabriel de Paiva (Geografia da Paraíba).


A noite de ontem, sexta-feira, 19 de novembro de 2021, ficou marcada na história do município de Ingá devido a realização da primeira Expedição Cultural Pedra do Ingá, ação que visa valorizar o atrativo arqueológico mais importante do Brasil, localizado no município de Ingá, Agreste Paraibano. A expedição foi uma realização conjunta de sonhos por parte da Paróquia de Ingá, Secretaria Municipal de Educação, Prefeitura Municipal de Ingá, Mr Camaleão e Geografia da Paraíba.



O evento teve início com a entrada do público no Sítio Arqueológico, contemplando o museu e aprendendo sobre a situação histórica e geográfica do atrativo turístico, por meio das contribuições do guia de turismo Denis Mota (@natrilhacomigo). Atentos, estudantes e professores ouviram sobre a arqueologia e paleontologia local. Dentre outras explicações, Denis enfatizou que as inscrições que vemos hoje no painel principal da rocha são as mais recentes, porém existem inscrições mais superficiais, grafadas há mais tempo, provavelmente, por outros grupos nômades.


Professores e estudantes que participaram da primeira edição do evento.

Fotos: Gabriel de Paiva (Geografia da Paraíba).


Em seguida, ocorreram as apresentações do ministério de teatro da Paróquia de Ingá, com uma encenação do eventual cotidiano dos povos nômades que ocupavam a região e deixaram os registros. Valorizando as inscrições rupestres em baixo relevo e usando a iluminação especial do local, a apresentação artística mostrou ao público que as inscrições rupestres são mais do que figuras, mas sim, representam cotidianos e mistérios que até hoje não identificamos.


Apresentação do ministério de teatro da Paróquia de Ingá.

Fotos: Gabriel de Paiva (Geografia da Paraíba).


A finalização do evento ocorreu com contação de histórias. Conduzida por Carlitos Paraíba, professor da rede municipal de Ingá e administrador da GeoPB, a história do personagem Piteco foi contada aos presentes. Piteco é um personagem de histórias em quadrinhos, sendo o protagonista de um universo criado por Mauricio de Sousa e ambientado na Idade da Pedra. Foi criado em 1961, ao lado de sua eterna admiradora Thuga. Uma de suas histórias é ambientada na Pedra do Ingá.


Segundo a organização do evento, a expedição deve continuar ocorrendo, devido ao sucesso da primeira edição. Sua continuidade é importante tanto pela questão educacional, quanto pela questão do turismo enquanto atividade econômica, além de propiciar uma experiência diferente na Pedra do Ingá, espaço que deve ser valorizado de forma justa, enquanto monumento arqueológico mais importante do país e um dos mais importantes do mundo.

570 visualizações0 comentário