Buscar
  • @geografia_da_paraiba

Águas de março na PB: 29 açudes sangram e caatinga se colore de verde. Confira o levantamento


Março costuma ser o mês mais chuvoso da região semiárida. Na Paraíba, as chuvas que ocorreram durante o mês mudaram o perfil hídrico e paisagismo no estado. O Açude de Boqueirão, um dos maiores corpos hídricos do estado, chegou aos 60% de sua capacidade em uma das maiores recargas da história do manancial.

Foto: G1 Paraíba.


O mês de março de 2020 continuou a tendência geral do ano: apresentou chuvas acima da média em diversas regiões do estado da Paraíba. O mapa a seguir revela que as regiões mais chuvosas do estado são o sul do Sertão e o sul do Cariri Paraibano. Na porção central do Sertão, além do Seridó, as chuvas registraram, também, total acima dos 250,0 mm no mês. No litoral, as chuvas ocorreram com mais intensidade entre o litoral norte e a capital, João Pessoa. Na porção sul da região litorânea, as chuvas ocorreram abaixo dos 250,0 mm. A região menos chuvosa do estado foi a porção norte e central da Depressão Sublitorânea.


Mapa de distribuição das chuvas na Paraíba no mês de março de 2020. Fonte: Geografia da Paraíba. Fonte dos dados: AESA.

O sistema atmosférico mais comum na região durante o mês de março é a Zona de Convergência Intertropical – ZCIT, que representa a convergência dos ventos alísios na região equatorial. O sistema ocorre, habitualmente, entre os meses de janeiro a abril, tendo o mês de março como o de maior frequência de atuação. Tal fator é determinante para que muitas regiões paraibanas tenham, em março, a maior concentração dos totais pluviométricos no ano. A partir de abril, com a “subida” da ZCIT, são registradas as Ondas de Leste, estas que ocorrem cerca de 25 vezes por ano e provocam precipitações nas regiões da Zona da Mata, Agreste e Brejo.

Confira abaixo as 10 cidades com os maiores registros pluviométricos do mês de março:

Gostou da matéria? Compartilhe! Siga-nos no Instagram: Clique aqui!

87 visualizações0 comentário